Entenda o IOF nos Fundos de Investimento

Imposto está presente no dia a dia dos brasileiros e faz a diferença no orçamento

O jornal cita todos os dias, a propaganda de vendas de carro também, você deve ficar se perguntando, o que esse tal de IOF tem a ver com a minha vida? O IOF é a sigla que significa Imposto sobre Operações Financeiras. É o imposto responsável por regular a economia nacional. Funciona assim: cada operação financeira recebe cobrança do IOF, é um recolhimento proporcional dos investimentos que dá conhecimento da demanda e oferta de crédito.

Ele está presente em transações como crédito, câmbio e seguros. E em qualquer operação titular e de valores imobiliários, como bolsa de valores ou fundo imobiliário. E a porcentagem dele varia em cada um desses casos. Confira os exemplos:

Câmbio:

Quando você vai fazer aquela viagem internacional, o IOF também participa, ao comprar moeda estrangeira, física ou usar o cartão internacional, a taxa é de 6,38% do valor.

Seguro:

No seguro que você faz para o seu carro, o IOF pode variar de 7,38%  até 25%.

Cartão de crédito, empréstimo e financiamento:

O IOF varia entre 0,38% até o limite de 3%.

Títulos e fundos imobiliários:

Tem IOF de 1,5% por dia.

Investimentos

Na hora de fazer um investimento, é importantíssimo verificar todos os impostos que incidem, como o IOF. Em todo investimento, existe o valor bruto de rendimento, porém, na prática, taxas e impostos são descontados, por isso devem ser levados em consideração.

A boa dica é não resgatar o investimento antes de 1 mês, isso porque IOF incide apenas sobre os resgates realizados em um período inferior a 30 (trinta) dias da data da aplicação dos recursos. A porcentagem do imposto varia conforme o número de dias que o dinheiro do investidor permaneceu aplicado, de 96% a 0% sobre o total de rendimento do investimento. Mas se você pensa em retirar o valor antes dos 30 dias, fique atento às porcentagens:

Nº de dias aplicado

IOF (%)

Nº de dias aplicado

IOF (%)

Nº de dias aplicado

IOF (%)

1

96

11

63

21

30

2

96

12

60

22

26

3

90

13

56

23

23

4

86

14

53

24

20

5

83

15

50

25

16

6

80

16

46

26

13

7

76

17

43

27

10

8

73

18

40

28

6

9

70

19

36

29

3

10

66

20

33

30

0

Não têm IOF

Existem algumas aplicações no mundo financeiro que não incidem IOF, são elas LCI, LCA, fundos imobiliários, alguns títulos privados e debêntures de infraestrutura são isentas do pagamento de IOF. Muitas pessoas preferem, mas ao mesmo tempo elas têm suas taxas e riscos, neste caso, cada um escolhe o que é mais rentável.

Agora que você já sabe, pesquise o investimento que melhor se aplica a sua realidade e aproveite!

Tags: finanças investimentos IOF

Veja mais