8 dicas para quem quer viajar e gastar pouco

Para viajar, não basta ter vontade. O mais importante é ter planejamento e prioridade. Você tem se preparado para isso?

Viajar é muito mais que simplesmente sair de casa e desbravar o mundo. É adquirir uma bagagem cultural imensurável, é resgatar o que de melhor há no lugar e guardar na memória experiências enriquecedoras.  

Para alguns, fazer uma viagem é um investimento, em que se une planejamento e objetivos para concretizar o sonho. Para outros, com as adversidades do cotidiano, viajar parece algo muito complicado e distante, mas, sabe, não é!  

A gente ouve muitas pessoas dizerem que querem viajar, mas não conseguem por um ou outro motivo, mas a questão é puramente de prioridade. Em 2019, você vai viajar (mais!), e podemos dizer que é possível fazer isso e gastar pouco. Quer saber como? 

Venha conhecer as 10 dicas que listamos para você desbravar o mundo com pouco. 

Dica #1: Prioridade 

Vamos começar com essa dica, porque muitas pessoas dizem: “Ah, queria viajar como a minha colega viaja...” Perguntamos: você prioriza isso na sua vida? 

Sejam quais forem os motivos, entre eles, despesas que estão encolhendo o seu orçamento, compras desnecessárias ou por não achar tão importante no momento, se não priorizar a viagem, ela não vai acontecer.  

É comum ver pessoas com gastos entre R$500, R$1.000, ou até mais, falando que viajar custa caro e que não conseguem se planejar para isso. Com faturas de cartão de crédito vindo altas assim, realmente fica difícil, não é mesmo? 

Que tal fazer essa reflexão e começar de fato a priorizar a viagem dos seus sonhos? Enxugue gastos desnecessários e pense em como seria ir a um lugar que preencheria a sua vida de experiências inesquecíveis. 

Dica #2: Antecedência 

Planejamento cai bem para tudo nesta vida, incluindo a sua viagem, pois o que encontrar sairá mais barato do que em datas próximas à viagem. Com planejamento feito, você consegue juntar mais dinheiro, pesquisar lugares, hospedagens mais em conta, e ter mais vantagens. 

Dica #3: Datas 

Certifique-se sempre das datas de sua viagem, pois dependendo pode não ser o melhor momento para conhecer o lugar. Atente-se para o clima, a temporada, pesquise antes como a questão climática atinge onde você quer ir. Não é interessante você querer aproveitar a neve, programar-se para isso, e encontrar um verão escaldante, ou vice-versa. Outra coisa é checar se há feriados ou algo que vá lotar demais o lugar. Isso pode tornar a viagem estressante, e não é isso que você quer.

Dica #4: Hospedagem 

Buscar hotéis pela internet se tornou muito mais fácil nos dias de hoje. Há centenas de sites (TripAdvisor, Booking, etc.) que te ajudam a encontrar hotéis com o preço que cabe no seu bolso, de acordo com as suas preferências. Outra alternativa, para quem gosta de conforto e se sentir em casa, é o aluguel por temporada (Airbnb). Você pode buscar por um apartamento inteiro ou apenas um quarto em uma casa com mais inquilinos. 

Alugar um quarto pode ser uma experiência única, uma vez que você terá à disposição pessoas que conhecem o lugar e poderão te dar muitas dicas de como aproveitar o lugar e não gastar tanto com as típicas atrações turísticas.  

Pesquise todas as possibilidades que puder, veja qual opção sai mais barata e se atende todos os requisitos que julgar necessário para seu conforto e bolso. 

Dica #5: Passagem 

O período ideal para comprar sua passagem é até 3 meses antes da viagem, pois se tiver muito em cima da viagem, é muito provável que ela esteja bem mais cara. Uma dica é ficar atento nos fins de semana, já que surgem promoções que podem baratear e muito as passagens. 

Algo interessante a se fazer é usar o seu cartão de crédito para acumular milhas. Isso pode facilitar demais na compra de trechos, ou até a ida e volta, e ainda economizar uma grana. Mas vale lembrar que é preciso manter o controle. Não use o cartão só para estar no programa de milhas. Use-o conscientemente, pagando a sua fatura integralmente, sem atrasos, senão não vale a pena, e vai acabar comprometendo a viagem por falta de recursos. 

Dica #6: Bagagem  

Você é daquelas pessoas que ama viajar com várias malas? Esqueça. Sai muito mais caro fazer isso, devido às mudanças já anunciadas. Acostume-se ao fato de viajar com uma mala de mão, se não quiser pagar muito caro pelas bagagens. Fora isso, você ganha tempo e esforço. Nem precisa se preocupar com malas no aeroporto, basta sair do avião e ir direto para o seu destino. Bem melhor, não é? 

Dica #7: Câmbio 

Essa dica é bem importante, para quem planeja uma viagem para o exterior. Por questões de segurança, é importante levar uma quantia em espécie e um cartão de crédito internacional. Vá comprando a moeda local aos poucos, fazendo saque, pois assim não perderá o controle ou acumulará tudo no cartão, tendo risco de receber uma fatura imensa. Lembre-se sempre de desbloquear o seu cartão, entrando em contato com o seu banco ou pelo internet banking. 

Dica #8: Despesas 

É importante lembrar que cada um tem uma forma diferente de viver as experiências. E isso influencia em quanto você gastará. Se você gosta de comer e beber em lugares mais requintados, seu gasto será o equivalente a isso.  

Agora, se você estiver mais contido, o gasto será menor. Tudo vai depender de como você vai desfrutar a sua viagem.  Ir a programações turísticas, experimentar a culinária e a bebida local, escolher um lugar famoso para se hospedar, são coisas que podem mudar o valor total da sua viagem. Logo, o planejamento é quem vai determinar o quanto você quer e pode gastar. 

Neste caso, vale a dica de pechinchar, pesquisar tudo antes e ver o que cabe no seu orçamento, mas sem se esquecer de aproveitar o momento e descansar a mente – que é o mais importante! 

Aproveite suas férias e boa viagem! 

 

Tags: economia planejamento poucodinheiro prioridade viagembarata

Veja mais